quarta-feira, 27 de junho de 2012

Um agradecimento especial...

Hoje, a dois dias do resultado da primeira fase do Disney International College Program, eu preciso deixar registrado aqui um grande agradecimento a alguém que tem responsabilidade por eu ter chegado até aqui.

É um programa difícil, sonhado e almejado este a que me despus. Desde o momento que decidi aplicar para ele, em janeiro desse ano, e criei esse blog, eu comecei a me preocupar com um dos requisitos mais importantes para um programa de trabalho qualquer nos Estados Unidos e bem frisado pelo pessoal da organização desse Programa específico, fluência no inglês.

Eu fiz curso de inglês na Wizard por 3 anos e meio. Na metade do meu quarto ano, quando desanimei com o curso porque estava tendo professores que sabiam menos do que eu (eu não sabia muito, só eles que sabiam de menos) e a qualidade naquela unidade estava bem baixa, eu disse ao meu pai que mudaria. Ele me fez prometer a ele que, se eu saísse da Wizard, era para ir para outra escola de idiomas e terminar meu curso. Eu cancelei a matrícula e fui procurar outra escola. Quotei preços, ponderei ênfases dos cursos. Meu pai faleceu e eu nunca cumpri a promessa de continuar meus estudos no inglês. Terminei meu terceiro ano, fiz um ano de cursinho e entrei na UFSCar em Engenharia de Computação, orgulho que eu queria ter visto nos olhos dele...

Durante minha passagem pela Wizard, nem sempre tive professores ruins. Mas passou uma por essa triagem, que foi a responsável por me fazer amar o inglês, me mostrou o poder que um novo idioma tinha e os benefícios que saber ele me eram surtidos. Mostrou como poderia abrir as portas do mundo para mim e me fazer se abrir ao mundo. A Giselli mostou uma competência que eu gostaria de ver espelhada em cada membro da educação no país, uma responsabilidade que eu gostaria de ver em todos desde país e um senso de humildade frente ao acúmulo de conhecimento digno apenas de bons professores, que sabem que não sabem tudo, e nunca param de querer aprender mais. E uma coisa engraçada ao estudar e aprender inglês com ela, foi que, meu português foi melhorado demais, pois ela mostrou como as línguas funcionam e que todas têm o mesmo esqueleto. A partir daí, eu passei a falar melhor o inglês que aprendia e o português com que nasci.

Depois que saí da Wizard, a vida nos distanciou como faz com todos os professores que um dia passaram pela nossa vida. Nos reencontramos novamente quando ela fechou casamento no Buffet da minha mãe. E pudemos realizar o sonho dela que foi uma festa linda, uma das mais lindas que já fizemos.

E ainda depois disso, descobri que ele dava aulas particulares de inglês. Frente ao desafio do ICP se aproximando a medida que 2012 ia avançando, eu decidi fazer aulas com ela, experimentar como era a didática e reconheci um padrão que me fez ver resultado ao longo de pouco tempo.
Ela me mostrou como a língua adormece dentro de nós, que a prática leva à naturalidade e que isso era fluência. Aprendi que um diploma não prova que você sabe, mas comprova que você teve tempo para tentar aprender e não necessariamente que ele foi bem aproveitado. Posso não ter um diploma, mas devo, hoje, o bom inglês que julgo ter, grande parte ao empenho que ela me fez desenvolver.

A Giselli tem um diferencial dentre os professores que passaram pela minha vida. Muitos deles que carrego na memória e jamais vou esquecer tem esse diferencial: os professores Olga, Sonia Peralta, Carlão, Isabela, Belezinha, Cláudia Helô, Regina, Flavinho e todos os demais do Ensino Médio, Fabião, Eliane, Flakes, todos do cursinho, que é o amor injetado na profissão. Ela põe amor, e põe a alma no que faz. Vive junto do aluno o problema que ele enfrenta, e trabalha junto, no que cabe à sua capacidade, para resolver esse problema como se ele fosse dela.

Hoje, ela comemora 27 anos. Brinca de dizer que o presente dela será minha aprovação no ICP, e eu falo sério ao dizer que isso é um presente dela para mim. Que nenhum outro professor, por mais que me conhecesse, faria para mim o que ela tem me feito. Sofre de ansiedade comigo, é Disney Freak como eu, entende a dimensão desse sonho e vive ele junto comigo. Me deposita ânimo, vontade de continuar nisso, me dá forças e apoia, me conforta e torce por mim e comigo. Se tornou a pessoa mais importante, juntamente com minha família, a quem devo dar a primeira ligação avisando sobre o resultado.

Só tenho a agradecer com palavras escassas o que NUNCA poderei retribuir.

Obrigado por ser a mulher maravilhosa que é, manter uma família linda como a sua, batalhar como batalha; eu acredito que suas dores nas costas, seus problemas pessoais, toda essa dedicação que tem por todos à sua volta é para que um dia possa usufruir de todos esses esforço, que tem uma recompensa guardada pra você. Acredito que você mereça viajar pelo mundo e conhecer todos os lugares como você me mostrou ser algo valioso! Desejo a você mais sucesso que já tem, reconhecimento pelo trabalho, muito dinheiro para a aproveitar todo esse mundo, que você seja ainda mais feliz, que tenha tudo que sonha e que sempre se lembre que você tem um aluno, e um grande amigo!



PARABÉNS GI!!

terça-feira, 26 de junho de 2012

15 mil visualizações...

Gente, num tô nem acreditando!!
Meu blog ultrapassou essa noite 15 mil visualizações!!!!

Obrigado mesmo, é um magical moment saber que tá bombando desse jeito. Tô muito feliz e voltem sempre! hahahaha




Btw, não posso deixar de comentar: 3 dias ;)

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Knock Knock, Who's There?

Knock, knock
Who's there?
Desper!
Desper who?
Desper Ate!

Você sabe que o desespero bateu a sua porta quando faltam 4 dias para o resultado que vai mudar as suas férias, o seu comportamento, o seu empenho, o seu humor, a sua vida. Tá, é só o resultado para a primeira fase. Mas se não for positivo, nem da segunda eu vou ter!! Ele é tão importante quanto!

Mas mais que esse fato, você sabe que está desesperado quando você, um ateu irrevogável, reza antes de dormir. Mas então não sou ateu?! SIM, SOU! Pra você e para a sociedade eu sou ateu nos moldes atuais.
Mas isso é porque minhas crenças são um pouco diferentes...

Minha Igreja:


Meu Santo:


Meu Deus:


Expliquei? hahahaha
E só mais um detalhe: ultimamente meu terço tem sido esse:


E by the way, gente, tô beirando os 15 mil acessos e isso é puro exceed expectations!! Muitooo obrigado a todos!

sábado, 23 de junho de 2012

Segunda contagem regressiva...

Bom, ontem, dia 22 de junho, começou minha contagem regressiva mental oficial. Tinha decidido, no dia da palestra, em que foram divulgadas as datas de soltura de resultados que eu não iria surtar até no máxima uma semana antes. Ou seja, uma semana era o tempo que eu me daria e daria ao meu corpo, que sofre com a ansiedade também (desregula TODAS as funções, inclusive surgem espinhas onde não deviam surgir), para sofrer e surtar previamente à divulgação dos resultados. Assim, começou ontem, e não por esforço próprio, minha ansiedade. Tinha conseguido esquecer o tal do dia 29 de junho devido às provas. Não teria como pensar nisso. Nem se quisesse... A preocupação no final do semestre aflige todo mundo. Não que eu seja o estudante mais aplicado da universidade (BEM longe disso, por sinal), com certeza, sou preocupado. Notas choradas, semestre salvo, IRA nem tão salvo assim, mas pelo menos estou finalizando. Só mais uma prova na segunda-feira e pronto, férias das aulas. Quando ontem chegou e todo mundo surtando, a mensagem da Janine no começo da tarde (não, não é culpa sua, Janine hahahaha) me fez lembrar dessa promessa que fiz a mim mesmo em nome do santo ao qual sou devoto: Mickey Mouse(porque meu Deus tem sido, ultimamente, o Walt Disney... Harry Potter ficou um pouco de lado esse ano xD SÓ ESSE ANO, tenho a vida inteira de devoção a ele).

Meu corpo parece que sabe que agora pode surtar, e eu já sinto vários sintomas como borboletas no estômago, frio na barriga, pernas trêmulas (não, não estou apaixonado pelo resultado, é só ansiedade PUNK mesmo!!) e sintomas mais patológicos como intestino desregulado completamente, refluxo, gastrite, sonolência pesada, tremedeira... É, eu chamo isso ansiedade patológica, porque é uma doença MESMO!! E das fortes hahaha, mas tem cura, e ela sai dia 29 e é tomada em dose única por via ocular ;)


Tenho esperança e confiança de que o resultado sai positivo. Ainda tenho para mim que as vagas esse ano permaneceram quase inalteradas comparadas aos números do ano passado, ainda que os lugares para palestra/entrevista tenham sido drástica e visualmente reduzidos, o que tornaria as coisas muito mais fáceis para todos nós. Ainda acho que quem passa para a segunda fase são puramente aqueles que têm potencial para ser Cast Member: que demonstraram que aceitam qualquer role sem transparecer desespero ou vaziez quanto à possível (e para nós, aleatória [pois sabemos que não é]) escolha da Disney sobre sua posição de trabalho, e quem cumpre com o Disney Look (e se não cumpre, que mostra respeito à essa regra e comprova, de uma modo ou de outro, que cumprirá esse quesito e muitos outros durante sua experiência de trabalho para eles). Em compensação, tiro um tempo da minha esperança para pensar nos pontos ruins que justificariam um possível e não tão distante resultado negativo. Eu sei que muitos torcem por mim, e eu agradeço por isso, mas isso não me faz mais capaz que os outros, e por isso o resultado negativo não pode ser encarado com incredulidade. Meu medo é apenas não controlar o meu próprio cérebro. Sei e me conheço suficientemente bem (desde que nasci pra ser mais exato) para ter certeza de que desanimarei quanto a todos os aspectos da vida. Minha graduação e meu curso, minha própria felicidade, me desapontarei com a Disney, com o programa de intercâmbio e com qualquer outro sonho que eu tenha - pois isso será um tapa para me dizer que os sonhos, ao mesmo tempo que têm suas chances de serem realizados, são também passíveis de insucesso.

Não, isso não foi um momento dark para te deixar mais pra baixo, você que está lendo isso agora e tem tido pensamentos ruins sobre sua aprovação (leia-se Fernanda Paronetto). Isso é pra mostrar que momentos ruins existem e são corriqueiros e que eles nos mantêm no chão, firmes  no solo, e não deixar que nossa esperança e confiança sublimem nosso ego e esqueçamos de viver. Lembrem-se que quanto mais alto estamos, os tombos nos machucam mais.
Então, desejo a todos que essa semana seja tranquila, na medida do possível, pois sei que ela é uma semana difícil na universidade, de fechamento de notas e conclusão das disciplinas. Desejo também que se mantenham no chão, que confiem no resultado do STB quanto a nossa capacidade de sermos Cast Members e que o clichê que diz que, caso não passemos, para não desistirmos de tentar, deve ser uma filosofia de vida para todos aqueles de nós que não foram aprovados. Mais um clichê e ditado popular, esperança é a última que morre. No meu caso, é a última MESMO, só morre depois de mim mesmo...

Nesse exato momento, 23/06/2012 às 2:59 (não se baseiem no horário da postagem pois está com fuso errado) em que escrevo essa frase, faltam 150 horas!!

#momentosurtavocêtambémecliqueaqui

E para finalizar, assistam um comercial da Disney. Retrara em poucos segundos a Magia que ela causa na nossa vida, mesmo quando não notamos ou não nos importamos com ela. Vale a pena to take a look!

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Disney's Quote of the Day

"We keep moving forward, opening new doors, and doing new things, because we're curious and curiosity keeps leading us down new paths." - E. DISNEY, Walter.


segunda-feira, 11 de junho de 2012

Atualizações no blog

Muitos de vocês (todos eu imagino) devem ter notado que eu mudei radicalmente o layout. Um amigo da faculdade me ajudou com as mudanças e eu acho que ficou legal.
Mais clean, menos cansativo de se ler, apesar dos textos continuarem sendo grandes (prometo que esse não será) e eu achei mais bonito no todo.

Mudei agorinha a logo do site, pus o Mickey e o chapéu da graduation do ICP!! Pretendo sempre mudar a logo, como os Doodles do Google, mantendo esse "esqueleto". Espero que a ideia dê certo. Essa é a primeira variação que vai ficar aí por um tempo.

Espero que tenham gostado e dessa vez, deixem comentários! É importante para eu saber a opinião de quem lê e se tem mais alguma coisa faltando, ou a mais, enfim, qualquer coisa. Palavrões e xingamentos são bem vindos, comigo a festa é open de bad words...

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Momento análise-Disney

Estava fuçando aqui um novo blog que encontrei no grupo dos Futuros Cast Members. Pertence à Larissa Margoto e é esse aqui Viagens *.*. Muito bom pra quem procura informações da Disney que não são relacionadas ao ICP, mas sobre Orlando e sobre a Disney como parque de diversões e mundo mágico e tudo aquilo que já estamos acostumado quando ouvimos a palavra mágica "Disney".


Bom, me chamou atenção a seguinte foto:


Tirada por Larissa Margoto e postada originalmente no blog Viagens *.* (link acima)


Bom, você pode olhar essa foto e ficar procurando erro, coisas engraçadas, e não, você não vai encontrar. Pode achar que tem Hidden Mickeys aí, os que eu vejo não são hidden, estão nas plataformas do carro... Enfim, não vai achar nada de diferente.
Mas eu queria discutir um ponto dessa imagem que mostra uma cena extremamente comum quando se anda pelos parques da Disney.

Repare na parte esquerda inferior da foto, uma senhora com orelhinhas na Minnie. Eu arrisco um intervalo de idade entre 40 e 55 anos. Mas tem uma coisa nela que não está condizendo com a idade. Você poderia responder?

Se você respondeu as orelhinhas, está errado. Vou depois explicar por quê.

Eu acho que sei a resposta. É o sorriso. Dá pra perceber um sorriso diferente na mulher. Não sei quem ela é, sinceramente, apareceu aleatória na foto de uma outra pessoa. Mas vamos discutir um ponto que eu sempre desenvolvi na minha cabeça e acho interessante compartilhar.
Na Disney, a place where dreams come true, a atmosfera te causa alguma coisa que te faz mudar. No momento que você entra pelos portões, principalmente os do Magic Kingdom, algo desperta dentro de você. Esse algo confunde as idades (a idade física, mental e do coração). Pessoas com idade física e mental condizentes são pessoas maduras e cabeça no lugar, portanto, idade mental é um fator não muito bom quando é baixo. Mas e a idade do coração? Me arrisco a dizer que ele não tem idade, pelo menos, não deveria ter. Como símbolo da vida, ele é binário, ou funciona ou não funciona. Ou te faz viver, ou te mata. Sua simbologia não envelhece, não tem diferença no motivo de sua existência em partes diferentes da vida.
Essa mulher estampou no semblante um sorriso que não vemos em pessoas dessa idade. Qualquer que seja o sorriso, o dela tem um brilho diferente. Brilha junto do sorriso, seus olhos, que também sorriem. Consigo identificar uma postura excitada, e apesar dos óculos, o conjunto de sorrisos no rosto transpassa uma alegria pura - está claro pela foto que ela está sendo criança novamente, empolgada ao ver o Mickey e a Minnie.
Eu diria que a presença das orelhas na cabeça da mulher é um ponto mais que interessante. Um adulto que trabalha excessivamente, cuida de uma família, se preocupa com o trabalho, os estudos, as contas a pagar. Esse estresse cumulativo do dia-a-dia é completamente esquecido quando se vestem as orelhas! Você regressa no tempo e esquece os problemas. Clichês à parte, essa é uma das maiores verdades que descobrimos ao conhecermos o lugar. A arquitetura é feita para que seja impossível ver carros de dentro do parque. A estrutura é pensada para que não tenha contato com notícias do mundo lá fora. Não há muitos orelhões visíveis (há por motivos de segurança e emergência), não há televisões a não ser os das atrações que passam vídeos das atrações e não circulam panfletos e jornais. As latas de lixos são estrategicamente posicionadas para que não fiquemos muito tempo com o lixo na mão até acharmos as latas e, consequentemente, evitemos o pensamento de deixar o lixo em algum lugar em que não deveria ser deixado. Tudo isso para garantir uma experiência intensa e completa do que é viver num mundo de sonhos onde não haveria preocupações.
Não conheço a mulher, não sei como é a vida dela. Mas a usei de exemplo pois muitos adultos (a maioria) são assim. Já ouvi dizer da minha mãe para parar de sonhar, que a realidade no mundo é outra. Sim, é outra, e é necessário vivê-la e eu sei. Mas o que seria da esperança se não tivéssemos um mundo-modelo para nos esforçarmos na vida a ponto de tentar aproximar o mundo real e atual num mínimo de porcentagem do que é esse sonho?





Desejo a todos uma orelha de Mickey e Minnie. Vistam suas orelhas, make a wish e tragam essa filosofia ao mundo real. Quem sabe não fazemos deste um mundo bem melhor!!

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Post dos 10 mil...

Já faz um tempo que isso aconteceu mas queria ter um tempo para postar.

Meu blog atingiu, há uns dias, 10 mil visualizações. 10000 vezes meu blog foi aberto em algum computador. Pelo menos 500 pessoas diferentes eu imagino ter lido sobre minha história, minha experiência nesse intercâmbio tão rico e dos sonhos, e informações que eu fiz para ajudar aos interessados. Demorei um pouco pra postar e já está em 12000 visitas e cerca de 20 dólares de ganhos com propaganda. Cada clique nessas propagandas me darão U$0,19 e quando alcançar 100 dólares, eu resgato esse dinheiro. Se conseguir até o embarque dia 27/11 (eu espero), uma IceCream Party já está prometida no meu apê (provavelmente) do Vista Way, já que serei under, then no alcohol is allowed!! #suchapity

Não, nunca foi minha intenção tentar facilitar um processo seletivo da STB para os nós, candidatos, nem dificultar para ou atrapalhar eles. Nunca foi minha intenção aumentar a concorrência ou fazer meus amigos se beneficiarem de informações a mais. Nunca tentei nem quis burlar o sistema da STB, nem do Disney ICP para tentar obter informações preciosas de um programa que guarda tantas informações a cerca da sua organização.
Então, os sensacionalistas devem se perguntar porque meu blog ficou conhecido por várias pessoas.

Primeiro, porque, infelizmente, os brasileiros - eu diria a espécie humana - não está, nem é acostumada com ajuda gratuita. Ninguém mais pega na mão de uma velhinha na rua para ajudar ela a atravessar se está atrasado para o trabalho - afinal seu salário é mais importante do que a vida de uma pessoa que você não conhece, não é? Ninguém vem à sua janela do carro num semáforo de manhã só pra lhe desejar bom-dia ou deus-te-abençoe sem tentar pedir ou te vender alguma coisa (não que eu não concorde com vendedores de semáforo). As pessoas pensam no feedback material que suas atitudes ecoam na sociedade, e isso é triste.
Segundo porque esse blog nunca teve a intenção de ser uma enciclopédia informativa. Deve ser meu 15º blog (que eu sempre gostei de ter pois sempre gostei de escrever) e esse deu certo pela primeira vez porque achei um público alvo para quem eu saiba escrever. Finalmente...

Era pra essa página ser um diário da minha experiência de intercâmbio e eu resolvi diminuir alguns tópicos e respostas repetidas ao longo de meses nos grupos do Facebook no que dizia respeito aos requerimentos do processo e fazendo a postagem da carta, por exemplo, com mais de 2 mil visualizações só ela, muitas dúvidas puderam ser sanadas. Foi uma aula de pescaria para todo mundo aprender a pescar o peixe.

Mas hoje, não vim me explicar. Vim agradecer. Agradecer por eu ter tido oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas do Brasil inteiro e do mundo. Aprimorar e soltar meu inglês bem aprendido mas tímido. Pude conhecer lugares novos dentro de um raio pequeno de distância, mas pude conversar com mentes formadas por estados limítrofes e geograficamente opostos do nosso Brasil lindo, fora os que não eram brasileiros, que só no meu quarto de oito pessoas, eram simplesmente todos os outros... Conheci mais do mundo viajando menos de 300km, abri minha mente, aumentei minha independência, agreguei valores. Isso tudo por participar da primeira fase de duas do processo seletivo de um simples e aparentemente comum programa de intercâmbio de trabalho de férias. Já comecei a dar valor ao final de semana retrasado só por essa experiência.
Já da pra sentir a magia do Pixie Dust que a Disney carrega...

Algumas fotos do meeting... Depois posto mais, quando pegar





Queria agradecer aqui às pessoas que estão comigo e que me ajudaram em todos os aspectos. Aos amigos que fiz Jessica, Julio, Janine, Mayara, Ana Pedrassoli, Priscila, Fê Paronetto, Erick, Vivi, Felipe, Dani, Eduardo, Camila, Thaís, Bia, e sim, eu vou esquecer alguém, mas não é por falta de importância, é por falta de memória mesmo.
Aos familiares Mamãe Rosa, irmão Lucca, tia Mônica, todos os meus primos e e demais tios, madrinha Marli e tia Juliana, tios Sérgio e Maria, Alexandre, primo Júnior e ao meu pai, que carrego dentro de mim todo momento...
À Giselli, minha Teacher particular, ex-Teacher de curso de idiomas e minha amiga, Disney Freak e que tem grande responsabilidade por eu me empenhar e, se obtiver sucesso, pela minha aprovação.
Aos melhores Amanda, Hiran, Gabi, Anaíle, Luri, Diniz, JoJean, Andressa, e todos os outros que estão torcendo pra eu conseguir minha vaga lá na terra do tio Valdisney!
Obrigado à Maria Rita, membro do STB Team que me entrevistou e me deixou confortável e tranquilo para que eu pudesse dar o melhor de mim e assim, deixar que o STB me avalie com tudo que eu pude passar de mim. E obrigado à própria agência STB, por responder minhas dúvidas e me atender tão brilhantemente, e por me ajudar, apesar de qualquer formalismo, simplesmente por querer ajudar. Não estou puxando o saco nem tentando me empurrar uma vaga, mas querendo deixar claro que, se eu tivesse uma empresa, é no profissionalismo deles que eu me basearia.
E por fim obrigado à Disney, por existir num mundo tão cheio de sofrimento, pobreza, fome e doenças, por criar uma atmosfera de realidade paralela à real, e ainda assim ser uma realidade local, de felicidade e amor. É um protótipo do mundo ideal que todos nós temos que ter a experiência de vivenciar ao menos uma vez na vida. Afinal, o mundo precisa de mais esperança!

Esse blog, e minha vontade de compartilhar isso tudo são devidos a vocês, cada peça que compõe o quebra-cabeça da minha vida. Obrigado a todos pelo carinho, pelas coragem e paciência de entrarem neste blog visualmente poluído e que cansa a vista para ler textos longuíssimos e ainda assim, me agradecerem!

Up to 15,000 views and up to Disney World!




Ass.: O menino do blog.