terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

It all started with a Mouse...

Walt Disney, como gostava de ser chamado, assinando sua criação.
Nos é contada tanta inverdade na infância. Papai Noel, Coelhinho da Páscoa, até pote de ouro no final do Arco-íris. Todas essas pequenas histórias continuam sendo passadas às crianças com o intuito de acender nelas a luz de um sonho, e são histórias que a criança não poderia desmentir, afinal nunca chegará ao fim de um arco-íris, ou visitará o pólo norte procurando um bom velhinho, seu trenó e seus duendes. Uma pena que muitas dessas crianças deixam essa luz dos sonhos apagar quando crescem ou descobrem que essas fábulas não se apoiavam em veracidades, se tornam adultos ambiciosos no mal sentido, dissecados pelo interesse. E onde fica o sonho? Mesmo que apagado, não sobra espaço para ele, então ele se vai, como a luz um dia se foi...

Feliz daquele que passa a puberdade e ainda carrega nos olhos o brilho de uma luz que vem do peito, irradiando a força e o calor que um sonho puro pode trazer. Quem sente isso, pode se dizer feliz plenamente, porque a vida de quem sonha é fluida, se move...

Chicago, 5 de dezembro de 1901 - Los Angeles, 15 de dezembro de 1966
Um homem visionário e revolucionário, que sofreu na vida durante a infância e tinha sede de causar o efeito reverso do que ele havia passado nos outros despertou em muitos jovens adultos uma luz que em muitos ficara fraca, Walter Elias Disney passou por esse mundo e não ficou satisfeito com o que viu e pensou: 'Porque não criar um outro mundo que, ao meu ver, seria perfeito?'. Não haveria diferença de salários, nem aposentadoria, pois os idosos poderiam ter direito ao que quisessem. Um mundo onde as pessoas trabalhariam com o único objetivo de ver brotar um sorriso no próximo. Esse mundo nasceu e há dezenas de anos tem o efeito base sobre o qual foi construído. E, diferente das histórias infantis, as crianças e as eternas crianças podem visitar esse mundo e constatar que sonhos e contos de fadas de fato existem. E esse homem, cuja humildade ultrapassava o bom senso, um dia disse: "Não podemos esquecer que tudo começou com um rato.". Essa, entre muitas frases do nosso mestre do entretenimento, nos inspira todos os dias carregando tanta verdade que parece não carregar verdade alguma. Esse post foi dedicado a esse homem, e a gratidão que eu tenho por ele ter existido e criado o Mundo Mágico de Walt Disney. Obrigado, boss!!



Futuros Cast Members ICP 2012/2013

Fazia tempo que queria postar, e descobri que posso fazê-lo pelo meu iPod. Essa semana aconteceram coisas muito boas com relação ao Disney ICP. Uma pessoa do Rio Grande do Norte me adicionou no facebook por ter achado meu blog no Google. Foi minha primeira amizade em função desse programa e minha confirmação de que nasci com um pequeno dom de atrair boas amizades. Julio Luz foi o primeiro, e logo depois me mostrou um grupo do facebook para Futuros Cast Members 2012/2013. Lá conheci muitos Alumni (veteranos do programa) e alguns aspirantes a Cast Members. Todos igualmente empolgados, isso logo se tornou um meio de desestresse e troca de informações e experiência, me ajuda a relaxar e a me sentir confortável e confiante. Falam sobre o processo de entrevista, a preparação da viagem e principalmente como é o dia-a-dia e a parte técnica de cada role. Enfim, cada minuto que passo nesse grupo conheço novas pessoas, descubro novas informações sobre o ICP e isso me ajuda a diminuir a ansiedade que a espera pela divulgação da data acarreta. O papo do dia girou em torno do álcool, algo não (sim) necessário... Caso seja aprovado, iria para esse programa underage, ou apenas under, ou seja, serei impedido de consumir bebidas alcoólicas bem como cigarros. Que bom pela parte do cigarro, só... Hahahaha Brincadeiras a parte, cresce nosso círculo que compartilha o mesmo sonho, pessoas que não se sentem adversárias, mas co-workers; ou seja, seguindo a filosofia de "tem vagas pra todos nós juntos"... Maio, chega logooooo!!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Agonia gratuita pela espera inevitável...

Tenho acompanhado o site da STB todos os dias, tanto na Aba Notícias, como na Agenda de Eventos. Nada até agora e, pelo que pesquisei, a data da palestra é marcada só no início de Maio para o final de Maio ou até para Junho. Tenho um semestre praticamente inteiro pela frente. Minha família acha que esse mais recente forte sonho de ir trabalhar na Disney pode pular na lista de prioridades para ocupar a primeira posição, e isso poderia, segundo eles, impedir um bom desempenho acadêmico, ou o pedido de iniciação científica que tanto dizia querer esse ano, e não digo mais. O fato é que a iniciação científica está mais longe, talvez, que o ICP, o que não significa, isoladamente, uma mudança de prioridades. Outro fato é que, realmente, essa oportuniodade de intercâmbio vai ocupar a TOP das prioridades, sim, mas tenho em mim a garantia que de fato não vai haver mudança de desempenho acadêmico. Meu medo é até esquecer de olhar o site da STB sempre, por conta dos estudos. E vou continuar, sim, a pleitear minha bolsa de IC (Iniciação Científica), porque ela vai, provavelmente, durar um ano, e mesmo sendo aprovado no intercâmbio (que já era um sonho desde que eu pus os pés na Universidade Federal de São Carlos), eu só embarcaria em meados de novembro, e até lá posso prosseguir minha iniciação perfeitamente, ajudando a pagar o aluguel do meu apartamento, inclusive.

Então, vou viver esse semestre naturalmente, mesmo porque não tem como ter certeza de que vou conseguir uma bolsa de iniciação e/ou uma vaga de emprego na Disney, mas a única certeza é de estar cursando Engenharia na UFSCar, e que isso é o que mais vai valer no meu currículo quando, em 2016, eu estiver procurando emprego fixo, se já não o tiver devido ao estágio em 2014.

Mas, ahhh, trabalhar na Disney seria realmente uma experiência diferente de qualquer uma tida na universidade.


Character cabeluda = Attendant careca xD

Acho que já escolhi minhas duas opções de "role". A minha primeira opção será de Character Attendant. Exige bastante comunicação com os guests, e portanto, exercício do inglês. Essa role consiste em praticamente auxiliar o personagem, aquele coitado que fica dentro da fantasia de personagens Disney quente sob um sol de Saara, em qualquer coisa que ele precise, já que ele, como um Character, não poderá se comunicar muito. Também vou tirar fotos para os guests, organizar filas para falar com os Characters, de vez em quando dar chamadas, broncas, mas tudo isso executando o meu inglês tímido, mas bem aprendido.

Minha segunda opção de role é Operations, são, geralmente, os operadores de atrações, e por atrações podemos inferir não só brinquedos como montanhas russas, elevadores e rodas gigantes, mas também shows, os Parades que ocorrem no Magic Kingdom; até nas boates do Downtown Disney eu poderia trabalhar. É a role que mais abrange parques da Disney, podendo trabalhar nos 5 parques. Porém, o treinamento dessa role é específico para cada atração, e não haveria tempo hábil para treinar mais de uma atração, então, você vai ficar fixo no local até seu programa de intercâmbio terminar. A flexibilidade disso só está no momento que você preenche sua ficha de inscrição no processo de seleção colocando qual role quer, devido a completa incerteza que você terá sobre o local que vai trabalhar. É necessário, portanto, ter certeza de gostar de trabalhar em qualquer lugar da Disney, pois pode ser qualquer um deles. O inglês deve ser bem desinibido pois, além de organizar filas diversas, checar a segurança ou dar pequenos avisos e informações aos guests, há atrações, como o Safari do Animal Kingdom, que é necessário narrar todo o trajeto, a história da evolução e a biologia dos animais, ou seja, requer fala rápida, dinâmica, e clara. Tem também os que ficam nas entradas dos parques verificando ingressos, arrumando as pessoas e entretendo-as antes de começar as Parades, entrada do Cirque du Soleil, enfim. É uma gama infinita de possibilidades de trabalho, só gostaria que fossem mutáveis, não fixas, podendo trabalhar em vários lugares durante o seu programa.




Mais informações sobre outras roles e qualquer outros assuntos relacionados ao Programa Disney International College Program, entre nesse site que é excelente para todo tipo de dúvida, Cast Members Brasil

Mais um sonho...

Essa noite sonhei de novo com a Disney...

Mas foi meio cômico, e trágico. Era como se estivesse de folga do meu trabalho no ICP, mas minha família havia viajado para me encontrar nos parques. Havia umas duas tias, primos, achei estranho que minha mãe e meu irmão não estavam lá, que pra mim são os que eu mais quero ver conhecendo a magia Disney de perto.

Andando por o que parecia ser um grande terreno, algo como a entrada do Cirque du Soleil, por exemplo, com gramados, caminhos de pedra, mas mais amplo, com muita gente; me parecia como uma conferência. Todos sabem que na Disney de Orlando passa gente de todo o mundo, principalmente pessoas famosas, mas quem imaginaria que eu fosse sonhar com duas celebridades mais sem noção possível.

Andando por esse espaço, com minha família, encontro Falcão. Antes fosse o do Rappa, muito pelo contrário, o do girassol mesmo. Ainda quis tirar uma foto, mas me conhecendo, eu teria realmente querido isso, pra tirar onda, sei lá. Andando mais um pouco, encontro Raul Gil. Nesse momento meu sub(ainda)consciente começa a questionar se o sonho era mesmo sonho ou pesadelo. O pior é que ele conversava com as pessoas que por ele passavam, implorando por atenção, com papos intelectuais. Não tinha gente brigando pra tirar foto com ele, mas eu passei e conversei sobre muita coisa.

Enfim, voltando a tirar foto com o Falcão, a máquina da minha tia deu pau. E eu ainda me dei ao luxo de sentir desespero. AFE!!

Bom, acordei mais uma vez desejando que, mesmo que corresse o risco de me deparar com Raul Gil ou Falcão, ainda assim estaria na Disney, trabalhando - um sonho realizado.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Obsessão: Preparando território...

Estou obcecado por trabalhar na Disney e, noite passada, desejei ao dormir poder sonhar com isso. Sonhei, foi muito bom, me deu mais esperanças e uma ideia de quão emocionante vai ser pra mim poder fazer esse intercâmbio. Por outro lado, imagino a decepção que será caso eu não seja aprovado, mas também, não será por falta de preparação e falta de otimismo, com certeza.

Bom, a Disney é uma empresa de entretenimento, aliás a maior do mundo, que carrega consigo uma história linda, de um homem brilhante, que tinha a capacidade de ver o mundo diferente de qualquer outro gênio que já existiu. Suas crenças eram tão fortes e reais para ele que seu desejo era poder transformar o mundo, pena seu câncer no pulmão não ter lhe permitido ver sua idealização concretizada na Flórida como a desfrutamos hoje. Pelo menos o melhor, Magic Kingdom, ele viu de pé, os outros eu não tenho certeza, nada que uma pesquisa no Wikipédia não esclareça. Mas este não é o ponto.

O que quero dizer é que Walter Elias Disney acreditava que a vida deveria ser como um eterno show, um espetáculo da vida, literalmente, e ele imaginou um mundo onde a função das pessoas era criar magic moments para as outras, exercerem papéis como num teatro, entreter convidados, e principalmente, fugir da realidade dura que o mundo passava em meio a guerras mundiais e crises financeiras.

Com isso, Disney desenhou seus parques como o mundo que ele imaginava que pudesse ser, e para isso, pensou em cada detalhe para transformar os parques em verdadeiros micro-universos de utopia. Seus funcionários passaram a se chamar membros do elenco, os visitantes seriam convidados, os cargos de trabalho passaram a ser papéis, artistas, arquitetos, mecânicos e técnicos foram batizados de imagineers, uma mistura das palavra imagination com engineers. Ate vômito seria chamado de protein spill. Hhahahahaha

Segue abaixo um glossário cuja função é manter a beleza dessa empresa, são termos que devem ser usados pelos cast members em qualquer lugar que estejam para transformar os parques em lugares realmente mágicos, onde os sonhos podem, sim, se tornar realidade!


Alpha Unit: Significa ambulância na linguagem da Disney. Esse termo é usado para não alarmar os guests sobre algum acidente que tenha ocorrido.

Backstage: são as áreas reservadas só para cast members, onde guest não entra de jeito nenhum. Quando você for ao banheiro, for lanchar, for descansar, tirar intervalo, tudo isso você fará no backstage.

Basics: Para os characters além da fantasia é usado um uniforme (em geral camiseta cinza e bermuda preta) em baixo da fantasia.

Call in Late: quando você liga dizendo que vai se atrasar.

Call in Personal: Quando você liga dizendo que está com algum problema pessoal.

Call in Sick: Quando você liga pra dizer que está doente. Se você deu call sick, não pode usar a sua ID Disney em nenhuma propriedade da Disney.

Cast Deployment System (CDS): É o sistema usado pela maioria dos cast members para dar clock-in/clock-out, para saber a sua escala de trabalho e para obter informações de rotação na sua posição.

Cast Member: Ao pé da letra, significa Membro do Elenco. A idéia é que você é parte do show, e cabe a você e aos outros Cast Members manter a máxima "O show deve continuar" em funcionamento!

Cast Portal (The Hub): É um portal da Disney exclusivo para cast members, dá acesso a todo o tipo de informação sobre a Disney, pagamentos, horas extra, etc.

Casting Center: É o prédio central de recrutamento da Disney.

College Program (CP): é o programa dos americanos, que tem duração de 5 ou 6 meses. Eles obrigatoriamente têm que estar na faculdade e podem estender o programa, se quiserem. Tem gente que fica lá um ano.

Costume: É o seu uniforme. Na tradução literal, significa fantasia, ou figurino, já que na Disney você está desempenhando um papel, e não trabalhando.

Crew Member: É o termo aplicado aos funcionários do Disney Cruise Line.

Disney ID: É a sua identificação como cast member, e um dos documentos mais importantes que você terá, e deverá carregar o tempo todo. É com a Disney ID que você entra nos parques e passa os descontos nos lugares.

Disney Look: Termo para a lista de regras relacionadas à aparência dos cast members no trabalho. Por exemplo: nenhum esmalte brilhante, não mais que um brinco por orelha, no máximo um anel em cada mão, cabelos sempre curtos para homens, nenhuma tatuagem visível e cabelos de cores naturais.

Disney Point: é o jeito que os cast members apontam. Toda vez que é necessário indicar direção, aponta-se com dois dedos (indicador e o do meio), ao invés de apontar só com um dedo.

Disney University: É o local de treinamento dos cast members. Todos os novos cast members têm aulas na Disney University antes de começarem a trabalhar.

Extra Magic Hours: Termo usado para o período de tempo que o parque permanece aberto exclusivamente para os hóspedes dos hotéis da Disney. Alguns dias o parque abre uma hora mais cedo do que o horário normal, em outros dias o parque fecha 3 horas mais tarde. Cada dia da semana é um parque que abre mais cedo ou fecha mais tarde para os hóspedes dos hotéis.

Fastpass: É um ticket que alguns dos brinquedos mais populares possuem, que permite que o guest pegue uma fila menor para o brinquedo.

Guest: Na tradução ao pé da letra, são os convidados, ou seja, os visitantes que vão aos parques, as pessoas mais importantes para a Disney e para nós.

Imagineers: Termo usado para designar os “artistas” e engenheiros que criam, constroem e testam todos os brinquedos e shows dos parques da Disney.

International College Program (ICP): como o próprio nome diz é o programa para estudantes universitários para os estrangeiros. No fim do ano, vão brasileiros, argentinos e peruanos, pois é quando esses países têm as férias escolares. No verão, meio do ano, vão os franceses, chineses, mexicanos e ingleses. O ICP dura de 8 a 10 semanas, e para os brasileiros é impossível estender o programa.

Magical Moment: É quando você faz algo muito especial para o guest, pode ser quando o sorvete de uma criança cai você dá outro, alguém perde o horário do show e você dá um assento vip para o próximo show... Enfim podem ser inúmeras coisas que você faz pra deixar os guests felizes.

Manager: Seu gerente. Você terá vários.

Nametag: É um broche com seu nome, sua origem e as línguas que você fala além do inglês. (A sua já vai vir direto com o português.) É obrigatório o uso da nametag, ela faz parte do seu uniforme, é a sua identificação perante aos visitantes.

On stage: traduzindo literalmente significa “no palco”, e são todas as áreas em que guests e cast members podem estar. Por isso, os cast members têm algumas restrições, como não poder fumar, comer ou beber enquanto estão “on stage”.

Protein Spill: é o termo usado na Disney para designar que alguém vomitou.

Role: é uma posição de trabalho na Disney. Na tradução literal, significa um “papel” que você desempenha no show.

Show: termo usado para descrever a importância da imagem, “show” é uma palavra escutada em todo lugar da Disney. O significado de show é muito importante para a Disney, é a idéia de que os convidados não estão em um simples parque de diversão, mas num grande show, e todos os funcionários estão desempenhando um papel.

Termination (ou Terminated): termo usado quando uma pessoa é demitida da Disney.

Utilidors: é o nome dado aos túneis do Magic Kingdom. O nome vem da junção das palavras “utility” e “corridors”.



ABREVIAÇÕES

ADO: Authorized Day Off

BB: Blizzard Beach

DAK: Disney`s Animal Kingdom

DCA: Disney`s California Adventure

DCL: Disney Cruise Line

DTD: Downtown Disney

DU: Disney University

DWWS: Disney's Wide World of Sports

EC: Epcot

EHH: Extra Hours Hotline, ferramenta do Cast Portal onde se pega horas extra.

ER: Early Release. É quando você pede para sair mais cedo do trabalho.

GAC: Guest Assistance Card, um cartão fornecido à guests com algum tipo de deficiência, que permite alguns benefícios, como acesso mais rápido aos brinquedos, sem precisar pegar fila.

GR: Guest Relations

HOB: House of Blues, boate e casa de shows de Downtown Disney (West Side)

ICP: International College Program

MGM: Disney MGM Studios

MK: Magic Kingdom

MNSSHP: Mickey's Not So Scary Halloween Party, a festa de Halloween do Magic Kingdom

MVMCP: Mickey's Very Merry Christmas Party, a festa de Natal do Magic Kingdom

PI: Pleasure Island

ST: Disney MGM Studios

TL: Typhoon Lagoon

TTA: Tomorrowland Transit Authority

WDI: Walt Disney Imagineering

WDW: Walt Disney World Resort

Aspirante a Cast Member



Esse é o meu primeiro post. Resolvi criar esse blog para meus familiares e amigos acompanharem o processo de seleção a qual estou sendo submetido esse ano e, se aprovado, servirá como um diário para eles acompanharem minha vida.

Em janeiro desse ano resolvi pesquisar mais sobre oportunidades de intercâmbio acadêmico, um sonho desde que ingressei na Universidade Federal de São Carlos no curso bacharelado de Engenharia de Computação.

Entre todas as oportunidades, a que mais me despertou curiosidade foi o Disney International College Program, que como o nome já diz é um programa universitário internacional da Disney, ou seja, um intercâmbio de trabalho que oferece todo ano oportunidade para jovens maiores de 18 anos, regularmente matriculados em cursos de graduação reconhecidos pelo MEC de pelo menos 4 anos, que estejam entre o segundo e o penúltimo ano de curso, com disposição para conviver e morar com outros jovens desconhecidos, fluente em inglês e extrovertido, sorridente e simpático. O interessante também é que o programa começa em novembro e termina em março. Sendo somente necessário adiantar as provas finais de dezembro e faltar uma ou duas semanas de março, não precisando trancar ou se matricular em disciplinas zero na universidade, o que assegura à Disney e aos Estados Unidos a certeza de que você mantém e tem interesse em continuar mantendo vínculos com seu país e que pretende (é obrigado a) voltar ao Brasil no término do programa.

É uma oportunidade única de enriquecer currículo, visto que as tradições da Disney Corporation primam pelos detalhes, perfeccionismo e principalmente, responsabilidade e êxito em todo tipo de trabalho e qualquer indústria ou empresa que conheça a Disney poderá contar pontos positivos para um candidato que tenha uma experiência como essa em seu currículo. E também de conhecer pessoas do mundo todo, fazer compras e acumular conhecimento que, dizem, só um programa de intercâmbio é capaz de ensinar.



Ainda estamos em fevereiro e só em maio é divulgado a data e os locais (cidades escolhidas) da primeira palestra da STB - Student Travel Bureau, a agência de turismo representante da Disney no Brasil. Esse palestra é obrigatória a todo aspirante a Cast Member (ou membro do elenco, que é como são chamados os funcionários da Disney), feita por brasileiros totalmente em inglês. Eles distribuem senhas com os horários da entrevista com um membro da STB, também já em inglês. Uma conversa descontraída com 3 candidatos de uma vez (se assim os 3 optarem), onde são pré-selecionados os candidatos que deverão comparecer à segunda palestra, essa ministrada pelo pessoal da Disney, que vem uma vez ao ano ao Brasil entrevistar os aspirantes a Cast Members e então convocá-los a trabalhar para a Disney Corporation.

Sábado passado comecei minhas aulas particulares quinzenais de conversação para adquirir prática no já aprendido inglês e principalmente desinibir em frente a uma outra pessoa, se não meu reflexo no espelho... Incrível como eu travo o inglês e palavras simples, como verbos conjugados em tempos não tão usados, simplesmente não vêm na hora que precisam quando falo com outra pessoa. No espelho, seriamente falando, eu sou capaz de realizar um discurso, tão grande como esta postagem, sem atropelar ou errar qualquer conjugação verbal em inglês. Mas enfim, as aulas são para se aproximar à perfeição e pretendo mantê-las, pelo menos, até o término do primeiro semestre...

Tenho lido e absorvido muita coisa a respeito desse programa, dos procedimentos a que devo me ater e já até, com excessiva antecedência, eu admito, preparei meu currículo em inglês para entregar na palestra, fiz minha pré-matrícula na primeira palestra e separei toda minha documentação. Só falta minha foto 5x7cm, que deve ser sorrindo e fundo branco. Vou tirar com minha máquina mesmo, corrigir no Photoshop e mandar revelar.

Acompanho também, todos os dias, o site www.stb.com.br para ver se sai alguma novidade, seja de data, de processos, whatever, que diga respeito ao Disney ICP 2012/2013. Estou ansioso como estive uma única vez, desde agosto de 2010, até minha viagem à Disney marcada para o dia 3 de julho de 2011, uma data que eu nunca vou me esquecer... Eu, 19 anos, no meio de adolescentes de 14, 15 e poucos de 17 (que acabaram sendo meus amigos mais rápido, não sei por quê), mais deslumbrado com a Disney que qualquer garotinha de 12 anos fã da Branca de Neve... Voltei apaixonado por aquele lugar e ter a oportunidade de voltar lá, trabalhando, morando e vivendo lá por 3 ou 4 meses é um novo sonho que PRECISO realizar...

A vista dessa entrada foi emocionante...